sábado, 27 de junho de 2009

MEIO AMBIENTE [UTILIDADE PÚBLICA]

O nosso planeta ‘tá se f*dendo, disso não resta dúvida. As coisas mais malucas estão acontecendo com o clima: chuvas intermináveis em terras nordestinas; chão rachado de tão seco lá no sul; nos pólos, as geleiras estão se despedaçando; animais praticando o canibalismo por falta de alimento; queimadas destruindo áreas imensas, e por aí vai...

Eu não sou nenhum ativista ambiental, mas, na medida do possível, faço algumas coisas para não piorar a situação. É aquele lance: “posso não mudar o mundo, mas posso ser um a menos que erra” [auto-ajuda?]. E acho muito legal quando aparece alguém [Pessoa Física ou Jurídica] sendo esse “um a menos que erra” também. Mesmo que em muitas situações, façam isso mais para aparecer do que para qualquer outra coisa, mas ainda assim, não podemos descartar a idéia que isso é bom para todos nós.

Algo que virou moda [boa, é claro!] é a utilização da sacola retornável. Ela era muito comum antigamente, principalmente nas cidades do interior. Eram sacolas grandes feitas de um plástico resistente, para trazer as compras. Hoje, elas são feitas de vários materiais: pano, fibra de bambu, algodão, nylon e até lona de caminhão.

Muitas pessoas ainda não se tocaram que o uso abusivo das sacolas de supermercados [como são conhecidas essas sacolinhas de plástico] vai f*der ainda mais com o planeta, pois essa p#rr@ leva séculos para ser totalmente degradada. E enquanto não se degrada, vai degradando o mundo, entupindo esgotos, caindo no mar, lagos e rios e matando os animais aquáticos por asfixia – quando não ficam presos dentro dos sacos, os animais comem o plástico pensando ser alimento.

Dia desses, eu fui a um hipermercado e vi um anúncio próximo aos caixas estimulando os clientes a usarem sacolas retornáveis. O cartaz dizia o seguinte: “Não utilizando nenhuma sacola de plástico, o Bompreço [se fosse para falar mal, eu colocaria o nome do local, então, por que não colocar o nome para falar bem, né? Mesmo que pareça propaganda. Enfim] lhe repassa o custo da sacola e você ganha R$ 0,03 de desconto a cada 05 [cinco] itens comprados.”
Ok. Sei que R$ 0,03 de desconto não vai deixar ninguém mais rico [muito menos a empresa ficará pobre], mas como todos nós adoramos a idéia de ganhar alguma coisa, seja desconto, promoção de pague um e ganhe dois [até mesmo quando esse “um” vale pelo preço de três!] e por aí vai, acho que é válido comprar sua sacola retornável, ganhar um descontozinho [no caso de ir comprar lá] e evitar que o mundo acabe mais rápido [*Pessimismo Modo On*: ele vai acabar de qualquer jeito, pode acreditar! *Pessimismo Modo Off*].

Então, como algumas pessoas não aderem a idéia da sacola retornável por motivos ecológicos, ao menos, irão aderir por motivos financeiros.

3 comentários:

Déia disse...

muito válida a idéia... infelizmente a gente ainda presta mais atenção a slogans do tipo "ganhe um desconto" do que "salve o planeta"

saudades de tu mininu lindu

livia bluebird disse...

olá meu amigo que me esqueceu. drama mode off. =p

só salientar que nós mudando nossos velhos e inconscientes habitos, podemos sim mudar o mundo. alias, nao ha outro modo de muda-lo senao mudarmos nós mesmos. somos parte dele, todos somos um.

e nao é pessimismo seu pensar que o mundo vai acabar. é realismo. do mesmo jeito que houve uma era onde nao havia gelo na terra, há também outras eras por vir. é fato e uma boa forma de encarar isso é que tudo se transforma. nao há fim sem um novo começo. e não há nada imortal, além da nossa alma divina. acredito nisso. abraços!

Danilo Maia disse...

Pois é, Déia, mas se, mesmo assim as pessoas fizerem, já é alguma coisa, né?!

Saudade de tu também, menina!


____________X_____________x------X___


Passarinho!! Ô, saudade danada de você!!! =D
Impossível te esquecer, Passarinho!!