segunda-feira, 8 de setembro de 2008

CAMINHADA

- Vamos continuar?
- Não sei. Às vezes eu penso em parar.
- Não. Não. Essa é a última coisa que devemos fazer. Parar, só quando chegar a hora.
- E se já for a hora?
- Quem disse que é?
- E quem disse que não?
- Bom, eu vou continuar. E se fosse você, faria o mesmo.
- Não sei...
- Vamos lá. Temos que seguir em frente e vamos fugir da Morte.
- Ela não corre atrás da gente. Pelo contrário, ela fica lá na frente esperando. E quando chegamos – ZUM – já era.
- Poxa, você REALMENTE quer ficar, hein?
- É. Já não vejo tantos motivos pra continuar.
- Então, nos despedimos aqui. Tchau!
- ... Ei... Me espera, eu vou.

3 comentários:

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog e de sua abordagem.

Parabéns!

Um abraço

Claudia Helo disse...

Sabe q eu acho q eu nem tenho cadastro pra escrever aqui, que coisa heinhÔ!

Chapeuzinho Vermelho disse...

eu tb acho que nao tenho =X


dante