quarta-feira, 26 de setembro de 2007

SORTE NA MANEIRA DE PISAR!

[Primeiro post]


Com os pés sensíveis, tenho dificuldade em pisar com firmeza, a firmeza dos que sabem aonde vão. Pés alvos, sem marcas, machucados ou “rachaduras”, o que me faz perceber que tenho muito para andar e aprender. Pois essas marcas – que não tenho – mostram o quanto um pé “viveu”. Um pé que subiu e desceu ladeiras, correu pelas campinas e praias, sofreu com calçados apertados, sentindo dores terríveis, mas suportou até que lhe tirasse o calçado algoz e gozou a liberdade tão sonhada. É um pé que descobriu o quanto a vida é dura, que sabe que para aprender é necessário se jogar no desconhecido, e se dobrar diante de situações complicadas, porém, jamais se jogar por terra e desistir.
Por não saber pisar, sofro com os obstáculos que me são impostos, refugio-me nos braços de meu pai e peço que me carregue pelo caminho pedregoso (e tortuoso) da vida, atrasando assim, meu aprendizado na maneira de pisar.
Procurando incansavelmente por um modo certo de pisar, o meu modo, vejo que não sou o único, pois basta olhar para o lado e percebo que muitas outras pessoas estão nessa busca árdua, onde pisar firme é necessário.
Mas vou seguir o caminho que meus pés escolherem, desbravando lugares que nunca imaginei pisar, encarando o mundo e a vida.Vou acostumar os (meus) pés com todos os tipos de terreno, a conviver com os calos, os cortes e perfurações, mas no final da jornada os colocarei em água morna para que relaxem e finalmente possam descansar sabendo que viveram tudo o que um pé precisa viver.



[Danilo Maia]

3 comentários:

Letchi disse...

teus textos sempre conseguem causar alguma reação a quem lê! ADORO ler o que tu escreve! eu sempre viajo loooooonge... HUIAHAU


^^

Tiul™ Rithiery disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiul™ Rithiery disse...

Pra falar difícil não basta saber escrever...

Falar fácil qualquer um faz...

mas falar bonito, difícil e de maneira fácil tem que ter culhões...

E vc os tem.

Bjo do Tiul!